Quando tiver medo corra ao encontro dele

Em P40 por perdidoaos401 Comentário

Outro dia assisti um vídeo motivacional sobre o medo, a qualidade não esta muito boa mas se quiser conferir clique aqui. No vídeo os personagens, ao se deparar com o medo, paralisam e dão um passo para trás até que, num ato de coragem uma delas corre em direção a origem de seu medo e na sequência todos os outros personagens fazem o mesmo.

O fato é que medo dá sim, sempre, cada mudança que fiz na vida eu tive medo, muito medo, nas noites antes dos meus vôos para algum lugar desconhecido, eu pensava no porque estava fazendo aquilo, algumas sugestões do que poderia fazer, para não precisar partir, vinham a minha mente mas, o desconhecido sempre me fascinou, então o medo sempre perdia a batalha.

6 meses de ter iniciado minha primeira faculdade percebi que não era o que eu queria, então decidi parar o curso, mas a decisão me causava medo e a protelei durante um pouco de tempo, até o dia que entrei em um shopping e li em um cartaz de um filme a seguinte frase: “Quem tem medo vive pela metade” só faltou estar escrito meu nome nele, senti que a mensagem era para mim, fiz meia volta e corri para faculdade e pedi o trancamento do curso, nunca mais voltei.

Outro dia li em um livro do Timothy Ferriss – The 4 hours Workweek, no Brasil publicado pela editora planeta com o título Trabalhe 4 horas por semana, o seguinte trecho:

“As estrelas nunca estarão suficientemente alinhadas e os semáforos da vida nunca estarão todos verdes ao mesmo tempo. O universo não conspira contra, mas também não sai de seu fluxo normal para ajeitar tudo para você. As condições nunca são perfeitas. “Algum dia” é uma doença que levará seus sonhos para o túmulo junto com você. Listas de prós e contras são igualmente ruins. Se é importante para você, e se você quer fazer “finalmente”, vá e faça, depois corrija os rumos ao longo do caminho.”

Eu levei essa frase para mim como um mandamento, como disse acima, dá medo sim, mas o medo de continuar tudo igual sendo que não me sentia feliz era muito maior do que enfrentar algo novo e desconhecido.

Muitas pessoas me perguntam como tive coragem de fazer isso ou aquilo, como fui parar na Tailândia dando aulas de inglês, como viajei por tantos e tantos lugares diferentes, como eu me virava com a língua, com a comida, com a cultura, como dormia na casa dos outros de graça fazendo couchsurfing ou mochilava por aí dormindo em hostels baratos etc. Eu não tenho uma fórmula para isso pois não costumo programar tudo, eu só manifesto meu desejo de ir e deixo as coisas irem acontecendo e quando percebo já estou lá, escalando um vulcão ou pedalando pelas montanhas da Espanha, sendo eu, sendo livre e ganhando mais do que dinheiro, me enchendo de histórias.

Aliás por falar no dinheiro, precisamos quebrar essa barreira também, acredito que o medo da FALTA de dinheiro seja o maior de todos em grande parte da população, a mensagem que jogamos ao universo é muito forte e contra a prosperidade, veja se você reconhece algumas dessas frases:

“O dinheiro não vai dar”, “acabou o dinheiro”, “não tenho dinheiro”, “não posso, estou sem grana”, “bem que gostaria mas estou sempre sem dinheiro”…

E, o que fazemos? Corremos atrás do dinheiro o tempo todo, precisamos lançar uma nova mensagem ao universo, não é fácil pois estamos acostumados com as frases acima, repetimos elas até para concordar com alguém sobre esse assunto, quando nos dizem que o dinheiro esta escasso e concordamos, isso é forte, pode parecer sutil, pode parecer banal, mas teu cérebro esta gravando a mensagem. Mude a forma de dizer, diga que o dinheiro esta vindo, que sempre vem mais, que você atrai dinheiro etc… o que melhor se encaixar em você. Não erre correndo atrás do dinheiro, não tenha o dinheiro como objetivo de vida atropelando tudo e todos para obter sempre mais, pois essa corrida será eterna, você irá conseguir mas nunca será o suficiente. Entregue-se as suas experiências sem medo, tudo que tiver que ocorrer esta no caminho já, não será o dinheiro que irá atrapalhar, de repente surge uma promoção, uma nova oportunidade, um convite, precisamos estar atentos.

Então é o seguinte, dá proxima vez que der medo avalie se a situação que você esta te conforta, se o que você quer é ficar no mesmo lugar e tudo bem se for mas, se apesar do medo a situação que se encontra não te serve mais, parte para cima, enfrente, não espere tudo estar certinho para então agir, como o Tim falou lá em cima, se for importante para você, vá e faça e ajuste o resto no meio do caminho.

Vamos nessa?

Perdido aos 40

Comentários

  1. Patrícia Salles

    Gisuis! Cada vez que leio seus textos, parece que tem meu nome aí…😅

Enviar comentário