Vamos fugir?

Em P40 por perdidoaos404 Comentários

Vamos fugir, desse lugar, baby! Vamos fugir, para onde haja um tobogã, onde a gente escorregue…

Sim!!! Vamos fugir.

Começar uma vida nova, em algum lugar novo, onde ninguém nos conheça e a gente tenha a oportunidade de iniciar do zero, sem dívidas, sem débitos, sem dores, sem magoas, sem vícios.

Porém, o que você deseja é iniciar algo sem experiências, sem bagagens, sem memórias, como apagar tua própria e linda história.

Estar vivo é como um barco no mar, a gente nunca sabe o humor que encontraremos o oceano, mas os barcos foram construídos para o mar, não?

Sua cabeça pode estar completamente bagunçada, sem saber como lidar com zilhões de problemas e, por estar focado nisso, mais e mais problemas aparecem e você vai acumulando pendências, situações mal resolvidas, abandonando-se e abdicando de sua própria vida.

A minha primeira fuga começou em 1998, quando “fugi” para os Estados Unidos, para “sempre”, que duraram eternos 4 longos meses.

Eu tinha absoluta certeza que teria a chance de iniciar do zero, ninguém me conhecia, meus traumas, minha história, eu poderia ser quem eu quisesse e, no final, eu escolhi ser eu mesmo, não havia outra forma, fui passear, levei meus problemas comigo, cada um deles.

Poucos anos atrás, já Perdido aos 40, vivi 3 anos e pouco fora, foram anos maravilhosos, me preencheram e mudaram para sempre minha forma de viver e acreditar na vida e, nos momentos mais felizes da minha história, no Vietnã por exemplo ou dando aulas para as crianças na Tailândia, eu sentia um poder que não havia sentido até então, eu consegui enxergar de fora meus problemas e analisá-los, um a um. Já iluminados na minha mente, deixe-os ali, pois muita coisa estava acontecendo ao redor e eu precisava estar presente, aqui e agora.

Então, distrai-me mais um tempo, até o dia que a vida me trouxe minhas principais questões de volta mostrando que era a hora.

– Vamos curá-las e com isso tornar essa experiência mais intensa ainda?

Sim, fugir, no final, acaba sendo o mais fácil a se fazer mas, apesar de mudar o cenário para novas paisagens, o personagem principal é o mesmo. Ter esse desejo de fugir e começar tudo do zero pode ser um convite da vida para você fazer uma verdadeira e honesta viagem para dentro de si, identificar suas crenças limitantes e ressignificá-las, perdoar o que tiver que ser perdoado e tirar essa bagagem das costas para ficar mais leve ao caminhar, aceitar o que não tiver como mudar e se adaptar a isso, olhar para si no espelho e sentir um puta orgulho da pessoa que você é, que você se tornou, abrir seu coração para o novo enfim chegar, agradecer por uma porrada de coisas lindas que acontecem na sua vida, por pessoas maravilhosas que se aproximam e irão se aproximar a cada dia mais dessa sua nova versão e…

…enfim, preparar suas mala, mochila, para fugir para um lugar onde você tem vontade de ir e curtir ao máximo esse novo lugar onde você estara 100% presente, livre e completamente feliz.

De um novo Perdido aos 40

Comentários

  1. Amanda a garota da padaria, kkkkk

    Gato lindo…..a vida é todo esse grande navegar. Se entregar a ser você mesmo em qualquer lugar é a grande e misteriosa chave da vida.
    Sigo sempre na busca de mim.
    Saudades!

    1. Author
      perdidoaos40

      A Garota da Padaria é linda!!! Rs Te admiro muito por sua busca. Não é fácil mas é tão honesto e verdadeiro. Apaixonado por toda essa história. Beijos,logo logo te encontro novamente.

  2. Renata

    Vou fugir !!! Você sempre inspirando ❤️ Obrigada por compartilhar sua vida

    1. Author
      perdidoaos40

      Obrigado pelo carinho. Tudo vem dessa busca louca por um eu (você) melhor a cada dia. Bjo

Enviar comentário